”A tempera de uma alma é dimensionada na razão direta do teor de poesia que ela encerra” (Horácio Quiroga)

14 de abril de 2011

Imagens

Ah, um espelho!
(Reflete a matéria finita).
Ah, os olhos da alma!
(Refletem a tua essência).
Pondere com prudência sobre as imagens refletidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário